Sahifa fully responsive WordPress News, Magazine, Newspaper, and blog ThemeForest one of the most versatile website themes in the world.
Entre as dificuldades que enxergo em se adotar a alimentação vegetariana é os que tentam encontrar alguma justificativa oposta à ideia, numa tentativa de convencimento, já que muitas vezes incomoda mais aos ” demais” do que ao próprio vegetariano. Entre as ideias errôneas que encontro por aí, está a de que a dieta vegetariana seria “incompleta”, “pobre em proteínas” “deficiente”, quando, muito ao contrário, se a pessoa realmente investe na ideia de uma dieta balanceada, se torna uma dieta muito saudável. Tendo acompanhamento médico, e monitoramento de alguns nutrientes, através de exames laboratoriais, e se suplementa se necessário. Abaixo transcrevo a posição da American Dietetic Association (ADA) sobre a alimentação vegetariana. 
“A alimentação vegetariana apropriadamente planejada, incluindo dietas veganas, são saudáveis, nutricionalmente adequadas e podem proporcionar benefícios para a saúde, prevenção e tratamento de certas doenças. Bem planejada, a alimentação vegetariana é apropriada para indivíduos durante todas as fases do ciclo de vida, incluindo gravidez, lactação, infância, adolescência e também para atletas.” 
Craig WJ, Mangels AR; American Dietetic Association. Position of the American Dietetic Association: vegetarian diets. J Am Diet Assoc.;109(7):1266-82, 2009.
Dra. Camila Perlin Ramos
Dra. Camila Perlin Ramos
Camila Perlin Ramos é graduada em Medicina pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), e especialista em Nutrologia pela Associação Médica Brasileira (AMB) e pela Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN). Fez residência em Nutrologia no Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA), RS, e é mestranda em Ciências da Saúde pela Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *