Sahifa fully responsive WordPress News, Magazine, Newspaper, and blog ThemeForest one of the most versatile website themes in the world.
GINSENG
O Panax ginseng, popularmente conhecida como ginseng, é uma planta originária da
Coréia, e tem seu uso considerado importante para manutenção das condições físicas e
intelectuais, especialmente em pessoas de idade média a avançada. É um dos
fitoterápicos mais utilizados em todo o mundo, tem em sua composição saponinas,
vitaminas, minerais e outros nutrientes. Estas substâncias atuam em conjunto para
aumentar a atividade cerebral e estimular a defesa corpórea, aumentam o vigor físico e

mental, além de melhorar o desempenho no trabalho e no estudo, sendo também indicado para casos de fadiga.

Já o Panax quinquefolius, conhecido como ginseng americano, é calmante e serve para
controlar o estresse, auxiliar o sono e tratar a depressão.
Benefícios do Ginseng:
• Tem efeito calmante;
• Previne a gripe, principalmente em idosos;
• É estimulante sexual;
• Diminui o estresse e o cansaço;
• Promove o bem-estar;

• Melhora a memória.

ESTUDOS:

Muitas preparações à base de ginseng disponíveis comercialmente apresentam outros constituintes químicos na formulação, impedindo uma avaliação precisa da eficácia e da segurança desta planta presente nesses medicamentos. Os ensaios clínicos randomizados, duplos-cegos e controlados mostraram que o extrato seco de Panax ginseng G115 pode ser uma alternativa terapêutica na melhora da performance física, psicomotora e cognitiva, e também como imunomodulador (Vogler et al., 1999; Bucci, 2000; Coleman et al., 2003). Os seus constituintes químicos considerados ativos são as saponinas triterpênicas tetracíclicas e pentacíclicas (Liu & Xiao, 1992).
 
A utilização de plantas medicinais e medicamentos fitoterápicos tem aumentado nos últimos anos, principalmente, pelos portadores de doenças crônicas. Como as plantas medicinais e os medicamentos fitoterápicos são caracterizados por uma mistura complexa de componentes químicos e podem apresentar diversos mecanismos de ação, não há dúvidas de que, quando administrados concomitantemente, podem interagir com diversos fármacos, alterando os seus perfis de eficácia e segurança.

Bibliografia: 
ALEXANDRE, Rodrigo F.; BAGATINI, Fabíola; SIMOES, Cláudia M. O.. Interações entre fármacos e medicamentos fitoterápicos à base de ginkgo ou ginseng. Rev. bras. farmacogn.,  João Pessoa ,  v. 18, n. 1, Mar.  2008 

ATENÇÃO: O uso do ginseng é contra-indicado para indivíduos com infecções renais e para mulheres grávidas, ou que estejam amamentando. Quando consumido em excesso, o ginseng pode

gerar os seguintes efeitos colaterais: diarreia, insônia e o aumento da pressão arterial.


Dra. Camila Perlin Ramos
Dra. Camila Perlin Ramos
Camila Perlin Ramos é graduada em Medicina pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), e especialista em Nutrologia pela Associação Médica Brasileira (AMB) e pela Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN). Fez residência em Nutrologia no Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA), RS, e é mestranda em Ciências da Saúde pela Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *