Sahifa fully responsive WordPress News, Magazine, Newspaper, and blog ThemeForest one of the most versatile website themes in the world.

Tomate: quando cozido é melhor que cru. Porque recomendo o consumo do tomate processado.

Imagem extraida de: http://www.eatwell101.com/tomato-sauce-pizza-recipe-cooking-tomato-sauce

Tomate é considerado, na verdade, uma fruta, riquíssima em vitamina A, licopeno, luteína e zeaxantina, importantes na prevenção de alguns tipos de câncer, quando proveniente de fontes alimentares.

Especialmente o licopeno foi associado à prevenção de câncer de próstata. Muito curioso é saber que o processamento do tomate ( ou seja, transformá-lo em molho, extrato ou massa de tomate) libera mais licopeno  pela decomposição da parede celular, o que aumenta o seu poder antioxidante. Portanto, é recomendável  que você consuma ele tanto cru como cozido, e até mesmo processado, quando pode vir a ter de 2 a 8 vezes a quantidade de licopeno, comparado ao tomate cru.

Não hesito em estimular o consumo de massa, extrato e molho de tomate. E mais: consuma ele com algum tipo de gordura, pois o licopeno é lipossolúvel e, portanto, solúvel em gordura, conferindo melhor absorção com lipídios, e nada melhor que azeite de oliva para esta combinação.

Mas não deixe de consumir o tomate cru pois ele contém importantes nutrientes como a vitamina C e vitaminas Bs. O tomate também é uma boa fonte de sais minerais como fósforo, potássio e magnésio. 

 
Sem dúvida alguma, os tomates de cultivo orgânico são mais ricos nessas vitaminas e minerais. Uma ótima dica é fazer molho de tomate com tomatinhos cereja, faça-os de uma só vez e descongele a cada vez que precisar cozinhar, fica fácil e prático de consumir. Tenha à mão molho, massa e extrato de tomate. Hoje já é possível encontrar essas opções orgânicas, o que sem dúvida melhora ainda mais as já existentes propriedades benéficas! 

Salada do restaurante Singular em Poa.
Tomatinho orgânico em um evento que participei
Dra. Camila Perlin Ramos
Dra. Camila Perlin Ramos
Camila Perlin Ramos é graduada em Medicina pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), e especialista em Nutrologia pela Associação Médica Brasileira (AMB) e pela Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN). Fez residência em Nutrologia no Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA), RS, e é mestranda em Ciências da Saúde pela Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

1 Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *